Crédito privado e risco soberano: assimetrias na reação dos preços a revisões de rating e à divulgação de resultados financeiros

O presente trabalho analisa o movimento recente nos preços de eurobonds emitidos por empresas brasileiras e a sua relação com a evolução do risco soberano brasileiro. Com o objetivo de verificar possíveis assimetrias na reação dos preços desses títulos a novas informações sobre as empresas emissoras em diferentes níveis do CDS associado à dívida soberana brasileira, testamos o comportamento dos preços dos eurobonds à divulgação de informações indicadoras dos fundamentos específicos das firmas emissoras de dívida, a saber: (i) alterações do rating atribuído por agências especializadas e (ii) anúncio do lucro por ação trimestral das empresas de capital aberto. Em linha com a literatura sobre o assunto, encontramos evidências de uma relação importante entre risco soberano e corporativo para o caso brasileiro.

Mariano Vieira Lima.

01/06/2017

Orientador: Ruy Monteiro Ribeiro.

Banca: Fernando Machado Gonçalves. Márcio Gomes Pinto Garcia. Ruy Monteiro Ribeiro.

Crédito privado e risco soberano: assimetrias na reação dos preços a revisões de rating e à divulgação de resultados financeiros

Nível: Mestrado Profissional