Remuneração de Executivos no Brasil: Relação Entre Remuneração e Performance no Novo Mercado

O objetivo desse estudo é identificar as práticas de remuneração adotadas para os executivos no Brasil e medir a relação entre a performance das companhias e a remuneração desses executivos. A literatura acadêmica no Brasil ainda é muito incipiente nesse tema, de forma que não existem muitos estudos expressivos sobre o mesmo. Ao analisar a relação entre remuneração dos executivos e a performance das companhias, deveríamos observar uma relação positiva e estatisticamente (e economicamente) significante entre as duas variáveis, caso a elaboração dos contratos de remuneração dos executivos endereçassem os problemas mencionados na teoria do Agente-Principal. Foram utilizadas diversas regressões para medir a sensibilidade entre a remuneração dos executivos e a performance das companhias. Podemos observar pelos resultados que, em algumas das regressões encontramos uma relação estatisticamente significante entre a remuneração dos executivos e a performance da companhia a um nível de significância de 5%, no entanto, com um significado econômico muito baixo, o que parece inconsistente com o problema do Agente-Principal.

Alexandre Vital Leão.

01/08/2017

Orientador: Ruy Monteiro Ribeiro.

Banca: Ricardo Leal. Walter Novaes Filho.

Remuneração de Executivos no Brasil: Relação Entre Remuneração e Performance no Novo Mercado

Nível: Mestrado Profissional