Persistência Inflacionária no Brasil: Uma Análise da variação da inércia inflacionária na última década

Um dos principais determinantes da dinâmica inflacionária no Brasil é seu grau de persistência. Essa característica é especialmente importante pois ela afeta o custo de trazer a inflação de volta à meta. Nosso trabalho tem como objetivo analisar a variação da inércia no Brasil na última década. Apresentamos uma visão desagregada da inflação com uma análise da inflação de preços livres, comercializáveis e não-comercializáveis através de modelos autoregressivos univariados e uma Curva de Phillips Híbrida Novo Keynesiana desagregada. Acrescentamos uma proxy para credibilidade ao modelo tradicional a fim de mitigar o viés de variáveis omitidas em nossas estimações. Nosso estudo mostra que a inércia subiu em todos os setores investigados na última década. Além disso, podemos perceber uma queda da inércia nos últimos anos, sobretudo no setor de não-comercializáveis.

Julio Mendes Libergott.

07/08/2017

Orientador: Carlos Viana de Carvalho.

Banca: Marcelo Cunha Medeiros. Marco Antonio Cesar Bonomo.

Persistência Inflacionária no Brasil: Uma Análise da variação da inércia inflacionária na última década

Nível: Mestrado Profissional